terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Sobre escolhas


Porque se comprometer se não há a intenção
de realizar? Será mais fácil mentir? A verdade

realmente é pra poucos!
Algumas pessoas já não fazem mais esforços
para se manter, para manter-mos. A ideia de
não investir em paciência porque o tempo é
curto, se alastra e fere verdadeiras
importâncias.
Na tentativa de ser e de fazer feliz, perde-se a
compreensão e ganha-se euforia por um
momento. E assim, poucas coisas
permanecem, mesmo! Inclusive o "pra
sempre!". Mas Deus, só Ele dá um basta na
inquietude da nossa alma, pra quem crer ou
não!
Não dá pra não falar dAquele que se mostra
diante de um clamor.
Enfim, a esperança do amor, de recebê-lo, por
que muitos acham que amam e que só
precisam ser amados. E esquecem dAquele que nos
amou primeiro!
Mas uma coisa é verdade, está faltando amor
próprio, amor mesmo, em se cuidar em se
preservar em se respeitar e quem sabe, adotar
a discrição, pois só através das nossas análises
internas e reconhecimento de um novo caráter, é que
adquirimos verdadeiras honras.
O primeiro passo para um resultado positivo,
começa com uma decisão segura.