segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Basta!

Chega de ter o caráter gerenciado por futilidades,
Que não percamos os velhos princípios! 
Chega de querer muito e fazer pouco ou nada, 
Que tenhamos mais consciência ao realizar! 
Chega de abandonar o verdadeiro amor por paixão de puta, 
Que sejamos mais responsáveis! 
Chega de sofrer consequências, 
Que possamos viver com mais excelência! 
Chega de interpretações rasas, 
Que tenhamos mais compreensão! 
Chega de individualismo, 
Que a unidade impere! 
Chega de desamor, 
Que tenhamos mais amor!