sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Coração de poeta

O que passa no coração de um poeta?
Quão profundo pode ser?
Talvez seja como o mar, com  profundezas e mistérios desconhecidos.
Um mergulho que nem ele mesmo fez... apenas nadou até onde conseguiu viver.
Quem é a companhia do coração de um poeta?
São as infinitas letras usadas para um resgate de sentimentos, no raso interior.
Raso interior, profundeza desconhecida, despejando as águas, alcançando o fundo.