sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

O Senhor da nossa alma

Ele se chama Deus. É conhecido também como pai.
Mais nem todos querem ser seu filho, porque ele corrige.
E ele também é transformador de caráter e nem todos aceitam, porque dói!
Ele pode curar qualquer dor e restaurar qualquer amor, mais são poucos os que querem uma revolução.
As pessoas tentam se realizar com coisas materiais, mas Ele enxerga nossa felicidade a partir do coração limpo.
Não se pode esquecer de seu amor por nós, aliás, um amor incondicional! Precisamos disso.
Até sua misericórdia se renova todos os dias por nós, mas as pessoas se acham certas de que somente o dinheiro nos protege. Pecam por ser cheios de si...
Quem é cheio de si, logo não tem espaço para Deus.
A nossa alma precisa de saúde! E só um pai celeste pode cuidar.
Somos apenas carne, mas é a nossa alma que eternizará, ou com Deus ou onde julga ser, são apenas dois caminhos.


Só ele

Meu Deus! Como ele pode ser tão sonhador?
Ele não faz nada por ninguém e nem por si.
Ele é genioso, mais tem seus encantos.
O egoísmo de sua alma atinge os seus mais todos os amam.
Ele nos faz sorrir, mais quer tudo para si, é um mal!
Não gosto dele! Ele me faz enxergar meus erros.
Ele tem gostos estranhos, gosta de partir sem rumo.
Mas tem uma coisa que admiro nele, vejo inocência e verdade nos seus olhos... e isso é raro!



Mal do século

Ansiedade tem sido meu nome, bem próximo estou da depressão.
Tento correr pra chegar onde quero, mais o tempo não deixa, tenho que esperar.
Porquê tenho que esperar? Talvez porque tudo se encaixe com o tempo. Mais eu não conheço isso, faço o meu tempo! E isso me desespera...
Preciso de sossego pra ter paz, preciso daquele rapaz!
Assim vou vivendo, tentando acelerar minha alma para a realização de alguma coisa.
Perco por não parar, por não acreditar, por não respirar cada momento. Na verdade, eu, por tanto esperar, tenho pressa.
Nada pode ser pior do que não sair do lugar, preciso de um século para apenas tentar as coisas da vida.
No fundo do meu coração, apenas um amor calmo e tranquilo me faria parar e viver.



Saudade

A saudade tem nome, tem cheiro
Tem som, tem tempo
Tem tudo aquilo que me falta, quando você não estar.
Saudade é meu nome, quando falta você.
Apesar de sentir, eu não gosto da saudade, pois quando a sinto é porque algo me falta, algo que não tenho mais. E não ter mais, dói.
Mas enquanto você não estiver, a saudade é quem vai estar comigo, é quem vai me trazer a esperança da sua volta sem saudade.


Sobre desistir

É impossível medir a batalha que cada ser humano passa pra conseguir o que quer.
Se tão grande ou se tão complicada.
Todo mundo passa por processos de conquista, mais uma coisa devemos ter em comum, de nunca desistir!
Como disse o apóstolo @Reneterranova: ''a falta de sonho é o sepultamento de indivíduos vivos.''
É preciso ter força, superar todas as questões que tentam nos tirar a paz. Com certeza nem sempre é fácil mas, a desistência não pode entrar na nossa mente, se não, logo vem a falta de sonhos e a morte do nosso futuro.


sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Coração de poeta

O que passa no coração de um poeta?
Quão profundo pode ser?
Talvez seja como o mar, com  profundezas e mistérios desconhecidos.
Um mergulho que nem ele mesmo fez... apenas nadou até onde conseguiu viver.
Quem é a companhia do coração de um poeta?
São as infinitas letras usadas para um resgate de sentimentos, no raso interior.
Raso interior, profundeza desconhecida, despejando as águas, alcançando o fundo.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Esperança do sentimento existente

Espero por teu amor,
Desejo o teu calor, até nos dias quentes.
Nas noites solitárias em que minha mente conversa com tua ausência, peco por te querer demais...
Apenas o vazio me preenche, sinto gotas de arrepios de uma breve memória que um dia existiu.
O desejo de te ter corrói a alma, esperança do sentimento existente.
Quando chegar, se chegar, me tome... pra sempre!