segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Sò ela

Meu Deus! Como ela pode ser tão segura?
Ela tem espinhas, perna fina.
Como ela pode sorrir? Ela não tem pra onde ir.
Como ela pode amar tanto aquele cara? Ele não casa.
Ela tem poucos amigos, muitos inimigos.
Ela precisa de mais pra viver, precisa amadurecer.
Ela consegue ser tão simpática, quando quer.
Mesmo assim, olho pra ela e vejo uma mulher.
Ela com seus traços simples e baixa estatura, consegue arregaçar corações...
Ela parece ser tão forte, forte para enfrentar tudo, todos.
Ela tem gostos estranhos, gosta de bife queimado.
Com personalidade de um tanque de guerra e ao mesmo tempo algo faz com que ela seja doce, mansa.
Como ela pode ter tantos sonhos? Não sabe nem por onde começar, o que fazer.
Mas ela é diferente, tem alguma coisa de diferente, fez alguma coisa de diferente...
O quê meu Deus? Ela me incomoda, me faz olhar pra mim e me analisar.
Não gosto dela! As vezes ela è rude.
Mais ela é tão bonita, tão sincera, tão honesta mesmo com raiva.
Mais tem uma coisa que admiro nela, ela consegue ser superior á tudo isso! E isso é raridade.