sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A Cobra e o Vagalume


Certa vez uma cobra começou a perseguir um vaga-lume e este fugia com medo da feroz predadora e a cobra não o deixava em paz.
Já cansado e sem força para fugir, o vaga-lume parou e perguntou a cobra: Posso lhe fazer 3 perguntas?
E a cobra respondeu: Não costumo abrir esses precedentes para ninguém, mas, já que irei devorar você mesmo, pode perguntar. Então
ele perguntou:
- Eu pertenço a sua cadeia alimentar? Eu te fiz algum mal?
E a cobra respondeu:
-Não e não.
- Então, porque você quer acabar comigo? E ela responde:
-Porque não gosto de ver você brilhar.


Esta simples historinha que recebi carinhosamente por mensagem, me fez refletir se alguma vez eu me comportei como a cobra ou o vaga-lume, trouxe para mim uma reflexão e analisei. É importante sabermos que cada um tem seu brilho e qualquer um pode chegar onde for dignamente sem precisar ofuscar alguém. Sejamos como o vaga-lume! Brilhe! lute e não desista até o último suspiro.